Caiu Na Net

Quem convive com a internet certamente já recebeu fotos ou vídeos divulgados sem autorização de pessoas em momentos íntimos com seus parceiros. Por mais que se imagine o contrário, distribuir conteúdo pessoal alheio é uma prática muito comum na rede. Os casos de violação de intimidade multiplicam-se a cada dia. E não há o conforto de imaginar que isso acontece apenas num ambiente muito diferente do seu. Pode, facilmente, ocorrer com um colega de trabalho ou faculdade, por exemplo (quem é de Salvador deve se lembrar de um caso em especial de enorme proporção).

Essa repugnante prática é popularmente conhecida como Caiu Na Net (CNN). Ou, pelo menos, essa é a forma como é conhecida nos fóruns, sites e blogs especializados nesse tipo de conteúdo pornográfico. Sim, há uma categoria de sites especializados nesse assunto e são chamados de “Sites de Amadoras”. Estes estão entre os maiores responsáveis pela propagação desenfreada de material amador pela rede, tornando impossível mensurar a extensão do problema. O CNN normalmente começa quando todos ou apenas um dos indivíduos resolve registrar os momentos sexuais do casal ou grupo. Neste momento, pode até haver o consentimento de todos os envolvidos e o material ser gravado e armazenado sem problemas. O crime, por assim dizer, começa quando, sem qualquer autorização dos indivíduos, o conteúdo é distribuído na internet. Sabe-se que, na maioria dos casos, quem disponibiliza o material amador é um homem ou mulher com intenções vingativas – por fim de namoro ou traição, por exemplo. Mas não são raros episódios onde um computador ou celular roubado contém fotos e vídeos íntimos e dessa forma Caem Na Net. Há também casos de técnicos que encontram esses arquivos durante uma assistência e resolvem disponibilizar para toda a rede. Como percebe-se, há muitos meios desse conteúdo particular chegar ao domínio de pessoas mal intencionadas e que não hesitarão em disponibilizá-lo para um ambiente tão livre como a internet.

Mais rápido do que se imagina, esse material pode chegar ao conhecimento de parentes ou amigos dos envolvidos, trazendo os danos do meio virtual para o meio social. As consequências se repetem na maioria dos casos conhecidos na internet: todo os tipos de ofensas e humilhações, violência física, isolamento, desconfiança, desemprego, mudança de cidade etc. Isso sem contar com o lado emocional do indivíduo, que certamente sofre um grave abalo, muitas vezes incorrigível. Assim, o bullying ocorre tanto num ambiente social virtual como o social de fato, como um bullying potencializado pelo advento da internet.

Um ponto muito importante para a discussão é perceber o quanto as novas tecnologias influenciaram para a multiplicação dessa prática ofensiva. A influência mais óbvia é a internet, que é o meio de toda a propagação do conteúdo. Qualquer ambiente da rede pode divulgar essas fotos e vídeos: fóruns, e-mails, mídias sociais, sites, blogs, grupos, comunidades. As possibilidades são infinitas. É importante também lembrar que esse material pornográfico, considerado exclusivo, só pôde se popularizar após a internet, já que antigamente era muito difícil distribuir fotos e vídeos de origem amadora. Mas essa é apenas a influência mais óbvia. Com todo o avanço tecnológico, tornou-se mais acessível registrar fotos e vídeos, inclusive com aparelhos extremamente portáteis, como celulares e câmeras digitais. É daí que começa tudo. Temos também o advento de dispositivos de armazenamento móveis, como o próprio celular, o pen-drive, os hds externos e até os notebooks, que podem ser roubados, emprestados ou vendidos. Sim, porque existem casos registrados de pessoas que emprestaram ou venderam seus equipamentos e esqueceram de apagar seus arquivos íntimos, deixando-os assim à mercê de oportunistas. Essas são apenas algumas das reflexões que podemos fazer sobre as novas tecnologias e sua influência para a popularização do Caiu Na Net.

Nunca é demais lembrar a todos que nunca, em hipótese alguma, deixem registrar seus momentos íntimos. Pior ainda se você for aquele que decidiu fazê-lo. Por mais que pareça interessante gravar ou fotografar aquela transa especial, é sempre uma má ideia ter esse tipo de informação arquivada num computador e disponível ao acesso de um estranho. Ou até mesmo de um conhecido, pois lembre-se que este pode querer vingar-se de você por algum motivo. E tenha certeza que, por mais que seu plano de armazenamento desse material pareça infalível, há sempre um modo dele dar errado e assim a sua intimidade acabar Caindo Na Net.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: