Bullying, aproveite o seu

Com o aumento do conhecimento acerca da prática de bullying, cresceu também a quantidade de campanhas contra ele, encabeçando isso, vários artistas famosos assumindo que foram “bulinados” na infância ou adolescência, e mesmo com dificuldade, levantaram, sacudiram a poeira e deram a volta por cima. Pela internet é fácil encontrar declarações de celebridades como Kate Winslet, atriz do filme Titanic, afirmando ter sido agredida na escola, por ser gordinha, ou de Michael Phelps, nadador campeão olímpico, revelando que, quando garoto, sofria por ter orelhas grandes, ser magro e desengonçado. Mas, e quando o bullying acontece quando a pessoa já é famosa, quais são os danos? Existem aspirantes a celebridade que tiram muito proveito disso, algumas vezes até fazendo com que o suposto bullying seja a ponte mais sólida para construir uma carreira, ou realizar um sonho.

 

Bullying, minha vida

Prato cheio para bullying seria uma pessoa que, depois de uma noitada, resolveu ir direto para a faculdade, ainda com os trajes curtos usados na balada. Junte isso a uma sequência de vídeos feita por colegas, que rapidamente caíram no youtube, fazendo com que a pessoa fosse expulsa da faculdade, que tentava manter intacta sua “honra”. O incidente foi parar na delegacia, os vídeos tiveram milhares de acessos e a imprensa deu grande relevância ao caso. Quem não conhece o episódio citado vai achar que a garota teve dificuldade de continuar a vida, sofrendo com as conseqüências de tal fato. Apresento-lhes a já conhecida Geisy Arruda, estudante de Turismo da Uniban. Após ser expulsa da Universidade, protagonizou o vídeo brasileiro mais assistido na semana do fato citado e liderou o Trending Topics Brasil, no twitter. A moça do vestido rosa iniciou uma escalada nunca antes imaginada na história desse país. Com constante presença nos sites de fofoca, Geisy recebeu gratuitamente um tratamento capilar, lipoaspiração e uma série de outras cirurgias plásticas. Quem não gostaria de um ciberbullying desses? Aproveitando a visibilidade da nova “celebridade”, a escola de samba Porto da Pedra convidou Geisy para desfilar no carnaval carioca. Para quem começa a questionar se o ocorrido foi um caso de bullying ou não, o Geisy Arruda Facts não acabou ainda, a loira lançou uma grife de roupas, foi disputada por pretendentes em um programa de TV, participou de um reality show na Rede Record, foi capa da Revista Sexy e agora se prepara para lançar sua biografia.

 

Bullying, meu orgulho

 

Susan Boyle

Não se pode falar de artistas mundialmente conhecidos sem lembrar o fenômeno Susan Boyle, cantora escocesa que se tornou célebre por sua participação em um programa de calouros da TV britânica. Aos 17 anos, Susan pensou em suicídio, após sofrer bullying de seus colegas de colégio,  pelo fato de ter uma pequena deficiência mental, que atrapalhava seu aprendizado e uma aparência fora dos padrões de beleza. Aos 49 anos, com a mesma deficiência e a mesma aparência fora dos padrões, a cantora se apresentou, sob desconfiança do público e dos jurados, no programa Britain’s Got Talent. O contraste de sua performance com a primeira impressão dada geraram repercussão mundial, e uma semana após a audição, o vídeo de apresentação da cantora foi visto mais de 66 milhões de vezes no youtube.

Um exemplo mais recente de pessoa que teve como motivo de fama os mesmos motivos do bullying é a cantora pop Lady Gaga. A celebridade revelou em entrevista à Virgin Media que sofreu bullying durante sua infância em uma escola de Nova York, o motivo, o modo como a cantora se vestia e falava. Atualmente, os vídeos de Lady Gaga são recordistas de visualizações na internet, e o que a faz uma das cantoras pop mais bem sucedidas do mundo, a diferenciando das outras, é a forma única de se vestir e o jeito diferente de falar.

 

Bullying, meu amor?

Analisando os parágrafos acima é possível questionar a relação entre ciberbullying e fama. Quando é que ser super exposto na internet ajuda ou atrapalha a vida ou carreira de uma pessoa? O cantor canadense Justin Bieber, de 16 anos, afirmou em um programa de TV ser vítima de ciberbullying, informando que seu canal no youtube sofre constantes ataques de pessoas com comentários preconceituosos, homofóbicos e até ameaçadores. Mas, como usar Justin como exemplo de pessoa que sofre bullying, sabendo que o cantor estampa capas de revista no mundo inteiro e é hoje uma das celebridades mais conhecidas do planeta?

Sabendo que o termo é usado para descrever uma forma de assédio interpretado por alguém que está em condições de exercer o seu poder sobre outro alguém mais fraco, não se pode ter como verdadeiras as afirmações do cantor Justin Bieber, que se coloca como vítima de ciberbullying, visto que, por ser famoso, o artista é munido de grande visibilidade e por todo um aparato de possibilidades de defesa, descaracterizando-se como parte de menor poder. Então, como nomear essas agressões sofridas por pessoas “poderosas”? Como estabelecer uma fronteira entre poder da visibilidade e fraqueza pelo excesso de exposição? Como julgar se a suposta agressão sofrida não foi de grande valia para fazer com que o atingido permaneça em destaque na mídia? Como exemplo mais claro, o ex-casal Ronaldo Fenômeno e Daniela Cicarelli. O primeiro é vítima de contas falsas no twitter e uma série de contos e piadas satirizando seu envolvimento com travestis, em 2008, já a segunda, Daniela, foi flagrada transando na praia com o namorado, e em instantes, o vídeo já estava entre os mais acessados no Youtube. Hoje, Ronaldo não fala com a imprensa, sobre o assunto, e Daniela entrou com uma ação judicial que obrigou o Youtube a tirar o vídeo do site. Os célebres “bullyings” não interromperam carreira, e muito menos foram motivos para tentativas de suicídio, mas se eles fossem aplicados nas tais pessoas anônimas…

Uma resposta para Bullying, aproveite o seu

  1. Yasmim disse:

    Eu já sofri Bullying e nem por isso precisei me matar , me suicidar por causa disso ,sabe o que precisamos ? Lutar contra isso , força nós conseguimos sim ! Só querermos….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: